Análise: Say No! More

Cansado de ter que atender inúmeros pedidos de seus colegas insensíveis? Aprenda a mudar a situação com Say No! More, um curioso título indie focado em dizer “Não!” para todos que aparecem pelo caminho. O jogo usa esse conceito inusitado para contar uma história repleta de momentos divertidos, mas que também nos convida à reflexão. A simplicidade o torna acessível, mas a ausência de um mínimo de complexidade compromete a experiência. Continue Lendo “Análise: Say No! More”

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

Are you new to blogging, and do you want step-by-step guidance on how to publish and grow your blog? Learn more about our new Blogging for Beginners course and get 50% off through December 10th.

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Análise: Genesis Noir

Em Genesis Noir, acompanhamos um homem que tenta impedir o Big Bang para salvar o seu amor. Para isso, ele explora a história do universo em uma série de trechos com puzzles e cenas inusitadas. Um visual impactante, música bem colocada e muitos momentos criativos são os pontos altos do jogo, que lembra mais um filme surreal interativo por causa de suas mecânicas simples. Como boa parte das obras experimentais, para aproveitar o jogo é importante estar disposto a aceitar a atmosfera absurda, que não está livre de problemas. Continue Lendo “Análise: Genesis Noir”

Análise: Narita Boy

Um mundo digital está em perigo e a única esperança é o herói conhecido como Narita Boy. Com a ajuda de uma espada especial, o guerreiro enfrentará seres criados por um código-fonte corrompido em uma aventura por um reino surreal. O jogo usa elementos dos anos 1980 para oferecer uma experiência moderna com ares retrô, sendo o seu maior destaque a ambientação elaborada. O título se perde um pouco com a falta de foco e alguns elementos desinteressantes, mas, no geral, é bem envolvente. Continue Lendo “Análise: Narita Boy”

Análise: Dandy Ace

Em Dandy Ace, um mágico precisa usar todos os seus truques para escapar de um palácio amaldiçoado. O maior destaque deste roguelike de ação é a grande variedade de feitiços, cujos efeitos podem ser combinados de maneiras criativas a qualquer momento. Produzido pelo estúdio brasileiro Mad Mimic (de No Heroes Here e Mônica e a Guarda dos Coelhos), o jogo empolga com seus combates intensos e atmosfera carismática, contando, inclusive, com dublagem em português. Alguns problemas comuns de roguelikes, como um pouco de repetição, atrapalham o andamento, mas a experiência, no geral, é bem divertida. Continue Lendo “Análise: Dandy Ace”

Análise: NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1

O Neo Geo Pocket Color é um portátil lançado pela SNK em 1999 que se destacou com ótimas adaptações dos títulos da companhia. O console teve um início sólido, mas uma série de problemas fez com que ele fosse descontinuado em 2001. Mesmo com a vida curta, vários jogos interessantes foram lançados para o aparelho, embora poucos tiveram a chance de experimentá-los.

Isso mudou recentemente com o lançamento individual de alguns dos títulos para Switch, e agora a SNK decidiu juntar vários deles com o pacote NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1. A coletânea reúne os seis títulos de luta já lançados no console híbrido (Fatal Fury: First Contact, King of Fighters R-2, The Last Blade: Beyond the Destiny, Samurai Shodown! 2, SNK Gals’ Fighters e SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium) e inclui mais quatro inéditos (Big Tournament Golf, Dark Arms: Beast Buster, Metal Slug: 1st Mission e Metal Slug: 2nd Mission), além de contar com algumas novidades agradáveis. A coleção é simples e funcional, uma ótima opção para curtir os jogos do console. Continue Lendo “Análise: NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1”

Análise: Red Ronin

Em Red Ronin, uma espadachim parte em uma violenta missão de vingança. O título utiliza um conceito de movimentação simples em puzzles criativos e de complexidade crescente, em situações com elementos por turnos e em tempo real. Produzido pelo Wired Dreams Studio, estúdio brasileiro de um único desenvolvedor, o jogo se destaca e diverte com sua variedade de desafios, mesmo com a presença de trechos de tentativa e erro e picos de dificuldade. Continue Lendo “Análise: Red Ronin”

Análise: Foregone

Foregone parece ter vindo direto do passado, a despeito de apresentar elementos modernos. Na pele de uma guerreira, exploramos um mundo em conflito em uma jornada de ação 2D bastante direta. O foco é saltar por cenários e golpear inimigos, mas há outros sistemas para trazer complexidade, como equipamentos com diferentes propriedades e árvores de habilidades. Infelizmente, vários problemas e limitações fazem com que o título seja uma experiência nada memorável. Continue Lendo “Análise: Foregone”

Análise: Loop Hero

Loop Hero tem um conceito bem inventivo. Neste título indie desenvolvido pelo estúdio russo Four Quarters, guiamos indiretamente um herói preso em um ciclo sem fim em um misto de RPG, roguelike e construtor de baralhos. O resultado é uma aventura estratégica única e repleta de possibilidades, que envolve também com sua atmosfera sombria e retrô. No entanto, o jogo é comprometido com mecânicas obscuras e uma grande necessidade de grind. Continue Lendo “Análise: Loop Hero”

Impressões: Fights in Tight Spaces

Fights in Tight Spaces combina construção de baralho, posicionamento e movimentos que lembram lutas coreografadas para criar uma experiência envolvente. O jogo utiliza aspectos consagrados de forma interessante em batalhas complexas em espaços apertados, e características de roguelike ajudam a trazer variedade às partidas. O título foi lançado no PC no formato Acesso Antecipado e já tem uma base sólida e divertida, porém muitos dos seus aspectos ainda precisam de ajustes. Continue Lendo “Impressões: Fights in Tight Spaces”

Análise: SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium

Em SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium, personagens de franquias de duas das mais famosas empresas do mundo dos games se enfrentam em um carismático jogo de luta. Lançado originalmente para o portátil Neo Geo Pocket Color, o título impressionou com a grande diversidade de lutadores e mecânicas, além da parte técnica impecável. Agora, o crossover chega ao Nintendo Switch via NeoGeo Pocket Color Selects, em uma versão competente e conservadora. Continue Lendo “Análise: SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium”