Análise: Darkest Dungeon: The Crimson Court (Multi)

Darkest Dungeon é um misto de RPG e dungeon crawler com grande foco na sanidade mental dos heróis: depois de verem tantos horrores, o estresse toma conta deles e tudo pode acontecer. O jogo é uma experiência tensa e bem única, e está disponível para PC, PlayStation 4 e PS Vita.

Agora, a desenvolvedora Red Hook lançou uma expansão para o título, de nome The Crimson Court. O foco do DLC é uma nova área repleta de criaturas loucas por sangue, em uma espécie de interpretação macabra de vampirismo. Além da inclusão de conteúdo inédito, a expansão introduz também mecânicas que alteram significativamente o jogo. O resultado é uma experiência diferenciada, sem deixar de lado a premissa original da tensão constante. Continue Lendo “Análise: Darkest Dungeon: The Crimson Court (Multi)”

Análise: Persona Q: Shadow of the Labyrinth (3DS)

Etrian Odyssey e Persona se encontram nesse ótimo crossover que é o único jogo da franquia para consoles Nintendo.

Mesmo com a crescente popularidade da série, Persona não aparecia em consoles da Nintendo. Provavelmente, a Atlus sempre pensou que o ideal seria continuar produzindo jogos para os sistemas da Sony, afinal o público cativo estava concentrado neles. Contudo, a desenvolvedora estava enganada: um Persona para 3DS era um dos maiores desejos dos fãs. Por conta disso e do sucesso de Persona 4 Arena (PS3/X360), foi lançado Persona Q: Shadow of the Labyrinth para 3DS, que é um misto de spin-off e crossover. O mais curioso é que o jogo combina conceitos de Persona e da série de dungeon crawler Etrian Odyssey — e a mistura deu muito certo. Continue Lendo “Análise: Persona Q: Shadow of the Labyrinth (3DS)”

Análise: Tales of Berseria (PS4/PC)

Controle um grupo de anti-heróis em uma aventura repleta de ótimos sistemas e situações.

Tales of Berseria, o mais recente título da franquia de JRPGs para PS4 e PCs, quebra vários paradigmas da série. Em vez da tradicional jornada para salvar o mundo, o foco é uma trama de vingança repleta de personagens com motivações nada heroicas. Isso, em conjunto com um ótimo combate e muitos outros sistemas, resulta em uma aventura divertida e interessante. Continue Lendo “Análise: Tales of Berseria (PS4/PC)”

Análise: I am Setsuna (PS4/PC)

O título da Tokyo RPG Factory retoma características clássicas e traz uma aventura simples, porém divertida.

Os RPGs japoneses têm tentado se reinventar nos últimos anos com a presença de narrativas complexas, sistemas focados na ação e muita grandiosidade. Contudo, ainda há quem prefira uma aventura mais clássica, que remeta aos títulos das eras 16 e 32 bits. I am Setsuna, primeiro trabalho do estúdio Tokyo RPG Factory, retoma características de RPGs do passado, principalmente com a presença de batalhas por turnos e uma jornada para salvar o mundo. Com forte apelo à nostalgia e alguns sistemas modernos, o jogo lançado para PlayStation 4 e PC tem tudo para agradar veteranos e novatos. Continue Lendo “Análise: I am Setsuna (PS4/PC)”

Análise: Star Ocean: Integrity and Faithlessness (PS4)

O quinto título da série tem ideias interessantes, mas desaponta com a execução mediana.

Os RPGs japoneses tentaram se reinventar durante os últimos anos. O gênero era conhecido principalmente por seus combates por turnos e narrativas complexas. Star Ocean é uma série que nasceu no SNES e que foi pioneira no sentido de explorar temas não muito comuns na época, como a viagem interestelar, e também ao incluir sistemas únicos e interessantes. Star Ocean: Integrity and Faithlessness é o quinto título da série principal e tinha como principal missão resgatar as características mais marcantes da franquia, ao mesmo tempo que a apresenta a novos jogadores. O RPG para PlayStation 4 apresenta várias ideias promissoras, que, infelizmente, não alcançam seu potencial por conta da execução mediana. Continue Lendo “Análise: Star Ocean: Integrity and Faithlessness (PS4)”

Análise: Grand Kingdom (PS4/PS Vita)

Comande mercenários em guerras divertidas em um título repleto de mecânicas interessantes.

Os RPGs japoneses são conhecidos por explorar fórmulas e estereótipos similares. Grand Kingdom, novo título do gênero para PlayStation 4 e PS Vita, tenta inovar ao combinar algumas características familiares com elementos únicos. O jogo mistura turnos, estratégia e ação em tempo real e o resultado é uma aventura densa e divertida. Além disso, Grand Kingdom conta com uma modalidade online bem interessante — algo raro quando o assunto é JRPGs.
Continue Lendo “Análise: Grand Kingdom (PS4/PS Vita)”

Análise: Darkest Dungeon (PC)

Mecânicas interessantes e alto desafio permeiam a aventura que se passa em calabouços sombrios e repletos de perigos.

Lembro-me até hoje do momento em que conheci Darkest Dungeon por meio de um trailer. O vídeo mostrava o novo RPG para PC, que tinha uma premissa muito interessante: os heróis eram suscetíveis a estresse e mudavam drasticamente durante a aventura. O título, que foi financiado por meio do Kickstarter e também será lançado para PlayStation 4 e PS Vita, passou quase um ano inteiro no programa de Acesso Antecipado do Steam, e pude acompanhar de perto todas as atualizações. O resultado de tanto empenho é um jogo sombrio, difícil e intenso, capaz de evocar inúmeras sensações.
Continue Lendo “Análise: Darkest Dungeon (PC)”

Análise: Tales of Zestiria (PS4/PS3/PC)

O 15º jogo da franquia traz uma aventura extensa com combate divertido e viciante.

tales-of-zestiria-capa

A série de RPGs Tales é uma das mais populares no Japão, ficando bem próxima de de Final Fantasy e Dragon Quest. Para comemorar o aniversário de 20 anos da franquia, a Bandai Namco resolveu fazer um jogo que resgatasse as principais características dos títulos anteriores. O resultado é Tales of Zestiria, que foi desenvolvido originalmente para PlayStation 3 e depois adaptado para PlayStation 4 e PC. Com uma história focada na relação de amizade de humanos e espíritos, um sistema de batalha intenso e muito conteúdo, Zestiria já pode ser considerado um dos melhores da série. Confira o que achei da versão para PS4.
Continue Lendo “Análise: Tales of Zestiria (PS4/PS3/PC)”

Análise: The Legend of Legacy (3DS)

Com foco na exploração e combate, esse JRPG traz uma experiência bem diferente de outros títulos do gênero.

the-legend-legacy-capa

The Legend of Legacy é um RPG fora do comum. Lançado pela Atlus para o 3DS, esse jogo, em uma primeira olhada, lembra um JRPG clássico: controle um grupo de heróis, explore calabouços e enfrente inimigos em um combate por turnos. Entretanto, The Legend of Legacy tem vários sistemas nada usuais e um foco diferenciado, sendo o resultado uma aventura bem única.
Continue Lendo “Análise: The Legend of Legacy (3DS)”

Análise: Etrian Odyssey 2 Untold: The Fafnir Knight (3DS)

O remake do segundo título da série tem algumas novidades e ajustes que o torna um dos melhores da franquia.

etrian2-art

Calabouços de formato labiríntico, monstros poderosos em todos os cantos e muitos segredos para encontrar são as principais características da série Etrian Odyssey, que é conhecida principalmente pelo alto desafio. Etrian Odyssey 2 Untold: The Fafnir Knight é o novo título da franquia para 3DS e reimagina o segundo episódio de DS com várias novidades, como história elaborada e ajustes na jogabilidade. Mas com tantos títulos parecidos entre si, será que vale a pena montar novamente uma guilda e explorar calabouços?
Continue Lendo “Análise: Etrian Odyssey 2 Untold: The Fafnir Knight (3DS)”