Nos ouvidos #8: Shoji Meguro — Rivers in the Desert (Persona 5)

Não é novidade o fato de eu gostar de trilhas sonoras de videogames, afinal jogo bastante — curto tanto que costumo ir atrás de músicas de títulos que não joguei só por conta do compositor. Shoji Meguro (目黒将司) é o compositor da Atlus responsável pela série Persona, sendo seu último trabalho a música de Persona 5 (PS3/PS4).

Continue Lendo “Nos ouvidos #8: Shoji Meguro — Rivers in the Desert (Persona 5)”

Anúncios

Análise: Persona 4: Dancing All Night (PS Vita)

Persona 4 Golden (PS Vita) é um dos meus RPGs favoritos de todos os tempos. Gostei demais de acompanhar Yu Narukami e seus amigos em uma aventura com ótima história, sistemas de jogo viciantes e personagens carismáticos. Também sou fã de jogos de ritmo, logo tratei de conferir Persona 4: Dancing All Night, o spin off musical de P4 para PS Vita. Gostei bastante do jogo, principalmente por conta da excelente trilha sonora e jogabilidade intensa. Continue Lendo “Análise: Persona 4: Dancing All Night (PS Vita)”

Persona 5 (PS3/PS4): primeiras impressões

Depois de muita espera e adiamentos, Persona 5 finalmente chegará ao PlayStation 3 e PlayStation 4. O quinto título da franquia da Atlus vem com a promessa de trazer uma trama profunda, personagens carismáticos, refinamentos nos sistemas e ótimas mecânicas. Joguei por volta de 18 horas da nova aventura no PS4 e gostei muito do que vi, confira o que me chamou a atenção nesse início.

Continue Lendo “Persona 5 (PS3/PS4): primeiras impressões”

Análise: Persona Q: Shadow of the Labyrinth (3DS)

Etrian Odyssey e Persona se encontram nesse ótimo crossover que é o único jogo da franquia para consoles Nintendo.

Mesmo com a crescente popularidade da série, Persona não aparecia em consoles da Nintendo. Provavelmente, a Atlus sempre pensou que o ideal seria continuar produzindo jogos para os sistemas da Sony, afinal o público cativo estava concentrado neles. Contudo, a desenvolvedora estava enganada: um Persona para 3DS era um dos maiores desejos dos fãs. Por conta disso e do sucesso de Persona 4 Arena (PS3/X360), foi lançado Persona Q: Shadow of the Labyrinth para 3DS, que é um misto de spin-off e crossover. O mais curioso é que o jogo combina conceitos de Persona e da série de dungeon crawler Etrian Odyssey — e a mistura deu muito certo. Continue Lendo “Análise: Persona Q: Shadow of the Labyrinth (3DS)”