Análise: Battle Chef Brigade (PC/Switch)

 

Battle Chef Brigade tem um dos conceitos mais criativos que já vi. Neste título, controlamos chefs guerreiros que participam de uma competição a fim de entrar em uma brigada de elite — todos os pratos são feitos com partes dos monstros abatidos. A receita contém puzzles, ação 2D, um pouco de RPG e até mesmo uma história cativante, o que resulta em uma experiência única e muito divertida. Continue Lendo “Análise: Battle Chef Brigade (PC/Switch)”

Anúncios

Análise: Hand of Fate 2 (PS4/PC)

 

Jogar Hand of Fate 2 me trouxe a sensação de estar participando de uma sessão de RPG de mesa: um mestre de jogo guia uma aventura repleta de escolhas baseadas em cartas. Combinando vários gêneros, como montagem de baralhos, ação e roguelike, a continuação do título de 2015 melhora boa parte dos aspectos do original, trazendo uma experiência mais variada e cativante. Continue Lendo “Análise: Hand of Fate 2 (PS4/PC)”

Análise: The Mummy Demastered (Multi)

Jogos baseados em grandes blockbusters do cinema costumam não chamar a atenção por conta da qualidade duvidosa de muitos. The Mummy Demastered é um título que quebra essa regra. Lançado para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch, o jogo utiliza o material de origem somente como inspiração, resultando em uma aventura competente e divertida. Continue Lendo “Análise: The Mummy Demastered (Multi)”

Análise: Jettomero: Hero of the Universe (PC/XBO)

 

O herói de Jettomero: Hero of the Universe, título independente lançado para PC e Xbox One, é um robô indestrutível que tem como missão vagar pelo universo e livrar a humanidade de ameaças. A tarefa é até simples, porém o gigante de ferro é estabanado e até mesmo um pouco depressivo. Com mecânicas fáceis de entender e direção de arte incrível, a experiência é um misto de contemplação e exploração. Continue Lendo “Análise: Jettomero: Hero of the Universe (PC/XBO)”

Análise: Mystik Belle (Multi)

Quando o preparo de uma poção mágica a ser utilizada em um ritual especial é sabotado, sobra para uma aprendiz de feiticeira a tarefa de coletar novos ingredientes. É assim que começa Mystik Belle, um carismático título indie para PlayStation 4, Xbox One e PC. A aventura da bruxinha mescla plataforma e resolução de enigmas, resultando em uma experiência agradável. Continue Lendo “Análise: Mystik Belle (Multi)”

Análise: SteamWorld Dig 2 (Multi)

 

SteamWorld Dig apareceu sem nenhum aviso e foi um grande sucesso: o título de mineração e plataforma cativou jogadores e foi lançado para vários consoles. Depois de um ótimo spinoff de estratégia, a desenvolvedora Image & Form resolveu investir em uma continuação direta. SteamWorld Dig 2, lançado para PC, PlayStation 4, PS Vita e Nintendo Switch, mantém a forma básica ao mesmo tempo em que adiciona novidades e ameniza vários dos problemas do original. O resultado é uma experiência familiar, viciante e variada. Continue Lendo “Análise: SteamWorld Dig 2 (Multi)”

Análise: Tooth and Tail (PC/PS4)

O gênero estratégia em tempo real (ou RTS, real time strategy) afasta muitos jogadores por conta de sua complexidade e curva de aprendizado. Tooth and Tail, título independente lançado para PlayStation 4 e PC, pega os conceitos básicos de RTS e os destila em uma experiência compacta. Comandos simples e poucas características para administrar fazem com que o jogo tenha partidas ágeis, sem deixar de ser também complexo e interessante. Continue Lendo “Análise: Tooth and Tail (PC/PS4)”

Análise: Fidel Dungeon Rescue (PC)

Uma aranha aparece de um alçapão e rapta uma gentil senhora, e seu simpático cãozinho é o único capaz de salvá-la. Essa é a premissa de Fidel Dungeon Rescue, um inusitado puzzle para PC. O visual cartunesco pode indicar uma aventura relaxante, mas a verdade é outra: este jogo, que tem também características de roguelike e RPG, é bem difícil e exige muita atenção. Com partidas rápidas e mecânicas-base simples, é uma experiência divertida e frustrante ao mesmo tempo. Continue Lendo “Análise: Fidel Dungeon Rescue (PC)”

Análise: Crawl (Multi)

Em uma primeira olhada, Crawl parece um dungeon crawler de ação qualquer. Contudo, uma característica faz esse jogo indie ser bem único: os monstros e armadilhas são controlados por outros jogadores. O resultado é uma experiência caótica e divertida, capaz de por amizades à prova. O título foi lançado para PC, PlayStation 4 e Xbox One, e é mais um daqueles jogos que contam somente com multiplayer local. Continue Lendo “Análise: Crawl (Multi)”

Análise: Graceful Explosion Machine (Multi)

 

Em Graceful Explosion Machine, controlamos uma nave equipada com quatro armamentos poderosos e temos que derrotar inúmeras ondas de inimigos. Esse shoot ‘em up de movimentação lateral se destaca com mecânicas simples que incentivam a construção de combos longos. Lançado para PC, PlayStation 4 e Nintendo Switch, esse título independente é uma experiência intensa e bem colorida.

Continue Lendo “Análise: Graceful Explosion Machine (Multi)”