Análise: Hollow Knight (PC/Switch)

Um mundo sombrio e repleto de insetos bizarros é o cenário de Hollow Knight, metroidvania lançado PC Nintendo Switch. A ambientação que lembra um desenho animado macabro chama a atenção, mas esse é um dos poucos destaques do jogo. A fórmula básica do gênero está ali, no entanto bastam alguns minutos para perceber que o jogo traz conceitos interessantes e não muito explorados no estilo, como grande liberdade de exploração e combate intenso. A combinação das características resulta em uma aventura imersiva e e também tensa, o que fez com que Hollow Knight entrasse para a minha lista de jogos favoritos de todos os tempos. Continue Lendo “Análise: Hollow Knight (PC/Switch)”

Anúncios

Análise: Lumines Remastered (Multi)

Criada por Tetsuya Mizuguchi, produtor da franquia de ritmo Space Channel 5, a série Lumines é conhecida por combinar puzzles de juntar blocos com música. Depois de versões para inúmeros consoles, a franquia retorna com Lumines Remastered. O nome infere que esta é uma remasterização do primeiro título de PSP, mas na verdade não é bem isso: o jogo oferece uma experiência nova, com conteúdo dos dois primeiros títulos e algumas novidades. Continue Lendo “Análise: Lumines Remastered (Multi)”

Análise: Just Shapes & Beats (PC/Switch)

Just Shapes & Beats chama a atenção com seu visual vibrante e estiloso. Tendo como inspiração música eletrônica, o jogo transforma a trilha sonora em em uma experiência que mistura elementos de bullet hell e ritmo. O resultado é um título de conceito simples, mas de alta dificuldade. Com opções de multiplayer e muitas composições, o Just Shapes & Beats é uma ótima pedida para um encontro entre amigos. Continue Lendo “Análise: Just Shapes & Beats (PC/Switch)”

Análise: Battle Chasers: Nightwar (Multi)

Battle Chasers: Nightwar mostra suas intenções logo nas primeiras horas: resgatar as principais características de RPGs japoneses. O jogo não só faz isso, como também explora várias outras possibilidades, atualizando vários conceitos clássicos. Isso, combinado com uma ótima direção de arte, bom uso de mecânicas consagradas e um combate estratégico, resulta em uma experiência imersiva.  Continue Lendo “Análise: Battle Chasers: Nightwar (Multi)”

Análise: Wizard of Legend (Multi)

Para ser reconhecido como um mago lendário, um feiticeiro precisa vencer uma intensa competição. Essa é a premissa de Wizard of Legend, título independente de ação e dungeon crawling lançado para PCs e consoles. O foco das mecânicas é a velocidade: o herói é veloz e tem à disposição magias que podem ser utilizadas em sequências poderosas. O resultado é uma aventura frenética, variada e muito divertida.
Continue Lendo “Análise: Wizard of Legend (Multi)”

Análise: Aegis Defenders (Multi)

Sempre gostei de jogos do gênero tower defense, principalmente por causa da estratégia necessária para dar conta de inúmeras ondas de inimigos. Aegis Defenders me intrigou com sua proposta: combinar ação e plataforma 2D com tower defense. Além disso, o título apresenta quatro heróis distintos, sendo imprescindível alternar entre eles para sobreviver. O jogo consegue executar razoavelmente bem essa mescla de conceitos tão diferentes, por mais que existam tropeços pelo caminho.

Continue Lendo “Análise: Aegis Defenders (Multi)”

Análise: Dandara (Multi)

Quando o mundo de Sal cai na opressão, surge Dandara, uma guerreira para libertar o povo. Esse mundo fantástico é sem igual: a gravidade no Sal é livre, resultando em um lugar “sem direção”. Sendo assim, para avançar, Dandara salta por paredes e outras estruturas. Produzido pelo estúdio brasileiro Long Hat House, o jogo inova com sua interpretação diferenciada de metroidvania e mecânicas inusitadas. Continue Lendo “Análise: Dandara (Multi)”

Análise: Floor Kids (Switch)

Breakdance é um estilo de dança de rua caracterizado por movimentos impressionantes e muita improvisação. Como transformar essa modalidade em um jogo que consiga retratar essas características? Floor Kids realiza esse feito com mecânicas diferenciadas que nos permitem montar danças personalizadas, assim como em uma sessão de breakdance. Os comandos versáteis, aliados aos ótimos visuais e música, resultam em uma experiência distinta e contagiante. Continue Lendo “Análise: Floor Kids (Switch)”

Análise: Celeste (Multi)

Para confrontar problemas internos, Madeline decide escalar uma montanha, mesmo não sendo uma exímia escaladora. Para desbravar a montanha Celeste, a garota vai ter que enfrentar inúmeros desafios de plataforma em uma jornada de dificuldade acentuada. Pelo caminho, Madeline é forçada a descobrir mais sobre si mesma para sobreviver, ao mesmo tempo em que investiga os mistérios do lugar. Continue Lendo “Análise: Celeste (Multi)”

Análise: World to the West (Multi)

Depois do sucesso do título de puzzle e plataforma 2D Teslagrad (Multi), a desenvolvedora Rain Games resolveu criar uma continuação bem diferente. O resultado é World to the West, um título que apresenta uma aventura 3D repleta de puzzles espalhados por um mundo imenso, sendo o diferencial é a possibilidade de controlar quatro personagens que precisam trabalhar em conjunto para superar os desafios. O jogo foi lançado para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch. Continue Lendo “Análise: World to the West (Multi)”