Análise: SUPERBEAT: XONiC (Switch)

Basta ver alguma imagem ou vídeo de SUPERBEAT: XONiC para perceber que este jogo de ritmo é bem frenético: o visual é marcante com cores neon e as sequências de notas são bem complexas. Dos mesmos criadores da série DJ MAX, o título traz uma experiência bem intensa e ao mesmo tempo acessível. Lançado anteriormente para PS Vita, PlayStation 4 e Xbox One, SUPERBEAT: XONiC chega agora ao Nintendo Switch e é facilmente um dos melhores jogos do gênero já lançados para o console.

Continue Lendo “Análise: SUPERBEAT: XONiC (Switch)”

Anúncios

Análise: The Mummy Demastered (Multi)

Jogos baseados em grandes blockbusters do cinema costumam não chamar a atenção por conta da qualidade duvidosa de muitos. The Mummy Demastered é um título que quebra essa regra. Lançado para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch, o jogo utiliza o material de origem somente como inspiração, resultando em uma aventura competente e divertida. Continue Lendo “Análise: The Mummy Demastered (Multi)”

Super Mario Odyssey (Switch): meu diário fotográfico da aventura

Depois de muita espera, Super Mario Odyssey finalmente chegou ao Switch. Ele foi um dos motivos de eu ter adquirido o console e gostei bastante do que já vi, principalmente a variedade de coisas para fazer em cada mundo. Um recurso bem legal no jogo é um modo de fotografia no qual a ação é pausada completamente e é possível compor cenas, com direito a filtros e tudo mais. Pensei que não usaria muito essa opção, porém, quando percebi, já estava fotografando loucamente a todo momento — os cenários criativos e as roupas legais que podemos comprar para Mario foram grandes incentivos. Sendo assim, compilei aqui algumas fotos que tirei no jogo.

Continue Lendo “Super Mario Odyssey (Switch): meu diário fotográfico da aventura”

Análise: SteamWorld Dig 2 (Multi)

 

SteamWorld Dig apareceu sem nenhum aviso e foi um grande sucesso: o título de mineração e plataforma cativou jogadores e foi lançado para vários consoles. Depois de um ótimo spinoff de estratégia, a desenvolvedora Image & Form resolveu investir em uma continuação direta. SteamWorld Dig 2, lançado para PC, PlayStation 4, PS Vita e Nintendo Switch, mantém a forma básica ao mesmo tempo em que adiciona novidades e ameniza vários dos problemas do original. O resultado é uma experiência familiar, viciante e variada. Continue Lendo “Análise: SteamWorld Dig 2 (Multi)”

Análise: Graceful Explosion Machine (Multi)

 

Em Graceful Explosion Machine, controlamos uma nave equipada com quatro armamentos poderosos e temos que derrotar inúmeras ondas de inimigos. Esse shoot ‘em up de movimentação lateral se destaca com mecânicas simples que incentivam a construção de combos longos. Lançado para PC, PlayStation 4 e Nintendo Switch, esse título independente é uma experiência intensa e bem colorida.

Continue Lendo “Análise: Graceful Explosion Machine (Multi)”

Análise: TumbleSeed (Multi)

O conceito principal de TumbleSeed, título indie para PC, PlayStation 4 e Nintendo Switch, é bem inusitado. O objetivo é levar sementes para o topo de uma montanha, desviando de inúmeros obstáculos que aparecem pelo caminho. O diferencial é o sistema de controle que exige o uso das duas alavancas analógicas para equilibrar a semente. Não se deixe enganar pelos gráficos coloridos: o jogo é bem difícil e exige dedicação. Continue Lendo “Análise: TumbleSeed (Multi)”

Análise: GoNNER (PC/Switch)

As características do gênero roguelike têm sido bem exploradas no mundo dos títulos independentes com ótimos exemplos, como as cavernas procedurais de Downwell (Multi) ou o Balabirinto de Enter the Gungeon (PC/PS4). GoNNER é mais um representante desse estilo e tenta se diferenciar com o visual inusitado e mecânicas sólidas. O título para PC e Switch é uma aventura intrigante e bem difícil. Continue Lendo “Análise: GoNNER (PC/Switch)”