Análise: Sundered: Eldritch Edition

Os trabalhos do escritor H.P. Lovecraft exploram o horror cósmico, trazendo uma sensação de inquietação e tensão em face de criaturas de outro mundo. Sundered: Eldritch Edition usa Lovecraft como inspiração para criar uma atmosfera desconcertante em que a heroína precisa enfrentar grandes grupos de criaturas bizarras ao mesmo tempo em que explora um local sombrio. A combinação de fatores resulta em um metroidvania difícil e único repleto de mecânicas e ideias insólitas. Continue Lendo “Análise: Sundered: Eldritch Edition”

Anúncios

Análise: Monster Boy and the Cursed Kingdom (Multi)

Uma das séries clássicas da Sega comumente lembrada pelos jogadores é Wonder Boy. Nela, um cavaleiro sai em uma jornada para salvar uma princesa ou até mesmo o mundo. Os títulos da franquia são majoritariamente de plataforma, porém há também a presença de outras características, como shoot’em up e até mesmo metroidvaniaMonster Boy and the Cursed Kingdom é uma continuação espiritual de Wonder Boy e tem como protagonista um herói capaz de se transformar em várias criaturas em uma aventura de plataforma. Tecnicamente impecável e muito variado, o jogo oferece uma experiência excepcional e divertida.
Continue Lendo “Análise: Monster Boy and the Cursed Kingdom (Multi)”

Análise: Timespinner (Multi)

Metroidvania é um gênero muito explorado no cenário indie dos últimos anos com inúmeros lançamentos de renome. Timespinner é mais um representante desse tipo de aventura e tem como diferencial a temática de viagens no tempo: elas são exploradas em mecânicas de jogo e também na narrativa. Produzido por um único desenvolvedor, é um título que explora de ótima maneira os conceitos principais do gênero ao mesmo tempo em que oferece uma atmosfera que remete à era 16 bits. Continue Lendo “Análise: Timespinner (Multi)”

Análise: Guacamelee! 2

luchador Juan está de volta em Guacamelee! 2, sequência do colorido metroidvania com temática mexicana. Desta vez, o herói precisa ir para uma dimensão paralela a fim de impedir que o Mexiverso seja destruído. O combate repleto de movimentos corpo a corpo e a troca de dimensões estão de volta em uma aventura repleta de momentos intensos que exigem muita destreza. A desenvolvedora Drinkbox Studios se concentrou em desenvolver mais os elementos característicos da franquia, sendo o resultado uma aventura sólida — e, também, bem louca. Continue Lendo “Análise: Guacamelee! 2”

Análise: Hollow Knight

Um mundo sombrio e repleto de insetos bizarros é o cenário do metroidvania Hollow Knight. A ambientação que lembra um desenho animado macabro chama a atenção, mas esse é um dos vários destaques do jogo. A fórmula básica do gênero está ali, no entanto bastam alguns minutos para perceber que o jogo traz conceitos interessantes e não muito explorados no estilo, como grande liberdade de exploração e combate intenso. A combinação das características resulta em uma aventura imersiva e e também tensa, o que fez com que Hollow Knight entrasse para a minha lista de jogos favoritos de todos os tempos. Continue Lendo “Análise: Hollow Knight”