Resenha: Recursão, de Blake Crouch

“É intenso demais. Pior que a tortura da asfixia, mas igualmente fora de seu controle, porque não é uma lembrança que ele esteja buscando por conta própria. De alguma forma, está sendo projetada em sua mente, contra sua vontade, e lhe ocorre que talvez haja um motivo para nossas lembranças serem armazenadas com um ar nebuloso e desfocado. Talvez a abstração que as reveste sirva como um anestésico, um amortecedor que nos protege da agonia do tempo e de tudo que ele rouba e apaga de nossa vida.”

Conheci Blake Crouch por meio de seu livro Matéria Escura, o qual li em pouquíssimos dias por causa de sua trama interessante e excelente ritmo. Sendo assim, fiquei animado quando soube da existência de Recursão, seu segundo trabalho. Assim como a obra anterior, o novo livro usa um aspecto científico para criar uma história única de ficção científica misturada com mistério em uma narrativa ágil, em uma interpretação bem pensada de viagem no tempo. Continue Lendo “Resenha: Recursão, de Blake Crouch”

Minhas leituras favoritas de 2019

O meu ano de 2019 foi um pouco mais inconstante e muitas coisas aconteceram em ciclos — teve momentos que eu consegui me concentrar bem, em outros os hábitos sumiram quase que completamente. Isso se refletiu nas minhas leituras do ano, que tiveram grande variação: alguns livros eu li em dois dias, outros demorei semanas, e também tive períodos longos sem ler. Mas mesmo assim, milagrosamente, bati minha meta de 30 livros. Continue Lendo “Minhas leituras favoritas de 2019”

Resenha: Matéria escura, de Blake Crouch

“Não há avisos quando tudo está prestes a mudar, a ser tomado de você. Nenhum alerta de proximidade, nenhuma placa indicando a beira do precipício. E talvez seja isso o que torna a tragédia tão trágica. Não é apenas o que acontece, mas como acontece: um soco que vem do nada, quando você menos espera. Não dá tempo de se esquivar ou se proteger.”

Múltiplos universos é um assunto que me fascina (e me assusta), pois fico imaginando as várias possibilidades da possível existência desse conceito. Matéria escura, romance de Blake Crouch, explora a premissa de multiversos em uma história bem pensada e de ritmo acelerado. Reviravoltas surpreendentes e um texto ágil me conquistaram, foi um livro que li em um curto espaço de tempo.

Continue Lendo “Resenha: Matéria escura, de Blake Crouch”