Análise: The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel II (PC)

The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel II, na teoria, é uma sequência. Porém, na prática, a continuação está mais para uma “parte dois”. O título altera poucas características das mecânicas do anterior, contudo traz uma trama mais interessante e algumas pequenas mudanças estruturais. É um JRPG vasto e interessante, que não deixa de compartilhar muitas das qualidades (e defeitos) de seu antecessor. Lançado originalmente para PlayStation 3 e PS Vita, o jogo chega ao PC com várias melhorias técnicas. Continue Lendo “Análise: The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel II (PC)”

Anúncios

Análise: DJMAX Respect (PS4)

A série de jogos rítmicos DJMAX tem uma legião de fãs, porém passou por alguns problemas. A franquia foi muito popular no PSP, entretanto, nos últimos anos, a desenvolvedora investiu em títulos para dispositivos móveis, o que não agradou tanto assim. DJMAX Respect, primeiro jogo da série lançado para um console de mesa, chega com a promessa de oferecer as melhores características da franquia. O resultado é uma experiência viciante por causa da atenção aos pequenos detalhes e pela presença de uma vasta quantidade de músicas. Continue Lendo “Análise: DJMAX Respect (PS4)”

Análise: Into the Breach (PC)

Quando os Vek, uma raça alienígena insetoide, ataca a Terra, a humanidade contra-ataca com robôs gigantes vindos do futuro. Essa é a premissa de Into the Breach, novo título para PC dos criadores de FTL: Faster Than Light (PC/iOS). Cada um dos combates é uma batalha estratégica repleta de escolhas difíceis e desafio acentuado por conta da presença de vários detalhes e sistemas. Continue Lendo “Análise: Into the Breach (PC)”

Análise: Etrian Odyssey V: Beyond the Myth (3DS)

Etrian Odyssey é uma série que nos instiga a participar de uma aventura moldada a partir de gêneros clássicos. A franquia evoluiu com o passar do tempo e trouxe várias ideias interessantes, porém Etrian Odyssey V: Beyond the Myth olha para o passado e oferece uma experiência focada nos conceitos basais da série. Continue Lendo “Análise: Etrian Odyssey V: Beyond the Myth (3DS)”

Análise: Iconoclasts (Multi)

Iconoclasts, em uma primeira olhada, parece ser um jogo vindo direto da era 32 bits com seus gráficos coloridos e pixel art detalhada. Esforço de um único desenvolvedor, que levou sete anos para terminar o trabalho, o título explora vários conceitos consagrados, como plataforma, mapas repletos de segredos e habilidades que permitem revisitar áreas anteriormente inalcançáveis. Pode parecer mais do mesmo, porém Iconoclasts tem algumas características que o destaca em relação a outros jogos do gênero. Continue Lendo “Análise: Iconoclasts (Multi)”

Análise: World to the West (Multi)

Depois do sucesso do título de puzzle e plataforma 2D Teslagrad (Multi), a desenvolvedora Rain Games resolveu criar uma continuação bem diferente. O resultado é World to the West, um título que apresenta uma aventura 3D repleta de puzzles espalhados por um mundo imenso, sendo o diferencial é a possibilidade de controlar quatro personagens que precisam trabalhar em conjunto para superar os desafios. O jogo foi lançado para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch. Continue Lendo “Análise: World to the West (Multi)”

Análise: Tiny Metal (Multi)

Nações em guerra é a temática principal de Tiny Metal, jogo indie lançado para PlayStation 4, PC e Switch. Claramente baseado na série Advance Wars, o título conta com confrontos estratégicos por turnos com temática militar (mas nada muito sério, a atmosfera é de um anime). Tiny Metal apresenta mecânicas já consagradas combinadas com algumas coisas novas, em uma tentativa de se destacar, e oferece uma experiência razoável, mesmo com a presença de alguns problemas. Continue Lendo “Análise: Tiny Metal (Multi)”

Análise: The Next Penelope (Switch/PC)

Combinar corrida, tiro, uma atmosfera futurista e mitologia grega pode parecer muito estranho, porém The Next Penelope consegue esse feito. Esse título indie produzido por um único desenvolvedor apresenta vários estilos diferentes, resultando em uma aventura diversa e única. Lançado anteriormente para PC, o jogo chega agora ao Nintendo Switch.

Continue Lendo “Análise: The Next Penelope (Switch/PC)”

Análise: Battle Chef Brigade (PC/Switch)

 

Battle Chef Brigade tem um dos conceitos mais criativos que já vi. Neste título, controlamos chefs guerreiros que participam de uma competição a fim de entrar em uma brigada de elite — todos os pratos são feitos com partes dos monstros abatidos. A receita contém puzzles, ação 2D, um pouco de RPG e até mesmo uma história cativante, o que resulta em uma experiência única e muito divertida. Continue Lendo “Análise: Battle Chef Brigade (PC/Switch)”

Análise: Hand of Fate 2 (PS4/PC)

 

Jogar Hand of Fate 2 me trouxe a sensação de estar participando de uma sessão de RPG de mesa: um mestre de jogo guia uma aventura repleta de escolhas baseadas em cartas. Combinando vários gêneros, como montagem de baralhos, ação e roguelike, a continuação do título de 2015 melhora boa parte dos aspectos do original, trazendo uma experiência mais variada e cativante. Continue Lendo “Análise: Hand of Fate 2 (PS4/PC)”