Análise: TowerFall (Switch)

Arqueiros ágeis se enfrentam em confrontos intensos em TowerFall, título de ação e plataforma focado no multiplayer. Comandos fáceis de entender, partidas imprevisíveis e muita variedade fazem com que esse jogo seja uma experiência eletrizante e divertida. Depois de aparecer em outros consoles, TowerFall chega ao Switch em uma versão caprichada e com conteúdo inédito — o mais notável deles é multiplayer para até seis jogadores simultâneos. Continue Lendo “Análise: TowerFall (Switch)”

Anúncios

Análise: Timespinner (Multi)

Metroidvania é um gênero muito explorado no cenário indie dos últimos anos com inúmeros lançamentos de renome. Timespinner é mais um representante desse tipo de aventura e tem como diferencial a temática de viagens no tempo: elas são exploradas em mecânicas de jogo e também na narrativa. Produzido por um único desenvolvedor, é um título que explora de ótima maneira os conceitos principais do gênero ao mesmo tempo em que oferece uma atmosfera que remete à era 16 bits. Continue Lendo “Análise: Timespinner (Multi)”

Análise: The Gardens Between (Multi)

Dois amigos perdidos em uma série de jardins surreais é a premissa de The Gardens Between. Para navegar pelos cenários, é necessário manipular linhas de tempo a fim de superar obstáculos e resolver puzzles. Por trás do visual belo e atmosfera relaxante, está um jogo repleto de situações interessantes com resoluções surpreendentes, principalmente quando precisamos manipular várias linhas do tempo distintas. Com muita criatividade e charme, o resultado é uma aventura imersiva e ímpar. Continue Lendo “Análise: The Gardens Between (Multi)”

Análise: Hyper Light Drifter – Special Edition (Switch)

Hyper Light Drifter chama a atenção com seu visual marcante repleto de cores neon e pixel art elaborado. Além de graficamente belo, o jogo conta com um mundo intrincado que convida à exploração, combate frenético e difícil, e ambientação nada usual. Esses detalhes, em combinação com mecânicas bem executadas, resultam em uma aventura imersiva e muito divertida. Lançado anteriormente para outros consoles, o jogo chega ao Nintendo Switch com algumas novidades. Continue Lendo “Análise: Hyper Light Drifter – Special Edition (Switch)”

Análise: The Messenger (PC/Switch)

Quando uma vila é sitiada por forças demoníacas, somente um ninja é capaz de impedir as criaturas malignas. The Messenger tem como maior inspiração os títulos clássicos em uma aventura de plataforma e ação. Ao invés de ser somente mais um indie retrô, o jogo introduz um conceito bem interessante de viagem no tempo, com visual acompanhando a mudança das eras. O resultado é um título que consegue passar uma atmosfera clássica e moderna simultaneamente. Continue Lendo “Análise: The Messenger (PC/Switch)”

Análise: Bad North (Multi)

Muita gente não gosta de títulos de estratégia em tempo real por causa da presença de várias mecânicas que deixam as coisas bem complexas: unidades e recursos para gerenciar, construções para administrar e assim por diante. Bad North é um representante do gênero que tem como principal destaque ser bem minimalista, focando somente em algumas poucas características. O resultado é uma experiência acessível, mas não se deixe enganar: é um jogo que pode ser muito brutal. Continue Lendo “Análise: Bad North (Multi)”

Análise: Guacamelee! 2 (PC/PS4)

luchador Juan está de volta em Guacamelee! 2, sequência do colorido metroidvania com temática mexicana. Desta vez, o herói precisa ir para uma dimensão paralela a fim de impedir que o Mexiverso seja destruído. O combate repleto de movimentos corpo a corpo e a troca de dimensões estão de volta em uma aventura repleta de momentos intensos que exigem muita destreza. A desenvolvedora Drinkbox Studios se concentrou em desenvolver mais os elementos característicos da franquia, sendo o resultado uma aventura sólida — e, também, bem louca. Continue Lendo “Análise: Guacamelee! 2 (PC/PS4)”

Análise: Treadnauts (Multi)

Um bom multiplayer precisa ser fácil de entender e oferecer mecânicas ágeis e divertidas. Treadnauts é um título que apresenta esses requisitos com batalhas frenéticas entre tanques acrobáticos. As partidas são rápidas e imprevisíveis, fazendo com que ele seja um ótimo party game para curtir com os amigos, sem deixar de apresentar camadas de complexidade para aqueles com espírito competitivo. Continue Lendo “Análise: Treadnauts (Multi)”

Análise: Ys: Memories of Celceta (PC)

Aventuras repletas de ação, pontuadas por trilhas sonoras intensas e mecânicas acessíveis, são características que definem Ys, a série de RPGs da Nihon Falcom. Ys: Memories of Celceta conta com tudo isso em conjunto com um imenso mapa, resultando em uma jornada imersiva e divertida. Lançado anteriormente para PS Vita, o jogo chega agora ao PC em uma versão tecnicamente superior e repleta de opções. Continue Lendo “Análise: Ys: Memories of Celceta (PC)”

Análise: Sonic Mania Plus (Multi)

Sonic, o ouriço mais famoso do mundo dos jogos, passou por maus bocados nos últimos anos com títulos de qualidade duvidosa, principalmente em aventuras 3D. Sonic Mania olha para o passado com o objetivo de trazer uma experiência 2D clássica, mas com alguns toques de modernidade. Idealizado e produzido por uma equipe composta principalmente de desenvolvedores de fangames do ouriço, Sonic Mania conquista com uma aventura que sabe dosar muito bem nostalgia e modernidade. Após quase um ano após o lançamento original, o jogo recebeu uma atualização e virou Sonic Mania Plus, que inclui várias novidades e traz a experiência definitiva do jogo. Continue Lendo “Análise: Sonic Mania Plus (Multi)”