Análise: Mighty Switch Force!

E o eShop continua mostrando sinais de que vai sempre trazer jogos de qualidade. Além do ótimo Pushmo, eu estava de olho também no Mighty Switch Force, que saiu bem antes que eu esperava. Mesmo não sendo muito bem o que eu esperava eu gostei muito do jogo.

Em Mighty Switch Force controlamos a official Patricia Wagon, uma policial robótica que tem que capturar as fugitivas Hooligan Sisters. Para isso ela conta com uma arma para destruir os inimigos e uma sirene que é capaz de alterar a posição de blocos espalhados pelas fases. A principal mecânica de jogo é justamente essa de ficar alternando a posição dos blocos (do “plano de fundo” para o “plano de frente” e vice-versa) para poder prosseguir, resultando numa espécie de “puzzle de plataforma”.

A apresentação é excelente: os gráficos são muito bonitos, com bonitos sprites que apresentam animações fluídas. O efeito 3D é simples e sutil, colocando os varios planos em camadas diferentes, resultando num efeito muito agradável. O problema fica por conta dos cenários extremamente repetitivos e a pouca variedade de inimigos, dá pra contar nos dedos as poucas diferenças entre as fases. A música é legal também, com uma variedade boa de canções.

Veja o vídeo para entender a jogabilidade

O maior destaque mesmo é a jogabilidade de puzzle-plataforma. Começa com situações bem simples como “troque os blocos para prosseguir” e evolui para situações bem complexas que exigem pulos precisos e trocas de blocos na hora certa. Algo que ajuda a manter a jogabilidade sempre nova são outros tipos de blocos com outros usos, como um que serve para jogar inimigos (e a própria Patricia) pelos cenários. Uma pena que essas ideais sejam usadas de maneira meio superficial, dá para sentir que era possível criar situações mais complexas e variadas.

Olhando com atenção Mighty Switch Force parece um jogo inacabado. Isso pois são somente 13 fases, com fator replay praticamente nulo (a única coisa que existe além de passar das fases é bater um tempo específico em cada uma), sendo possível terminar o jogo em aproximadamente uma hora. Ao menos é um jogo barato, com conteúdo relativamente compatível. E mais uma vez é um jogo que não usa os recursos do 3DS, será que isso vai ser um estigma dos jogos de eShop?


No mais Mighty Switch Force é um jogo legal, mesmo apresentando uma quantidade reduzida de conteúdo. Não está no mesmo nível de alguns outros lançamentos digitais da Wayforward (Mighty Flip Champs! e Shantae, por exemplo), mas tem ideias bem interessantes. Quem sabe não surge uma espécie de expansão no futuro?

Mighty Switch Force! está disponível no Nintendo eShop. Site oficial aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s