Som & Fúria

Som & Fúria

A vida é uma história contada por um idiota, cheia de som e fúria que não significa nada.

E é baseado nessa frase de Macbeth que a minissérie Som & Fúria recebeu seu nome.

Já faz muitos anos que não me interesso pela TV aberta por conta de um motivo óbvio: falta de qualidade. Mas recentemente esbarrei nesse post do blog do Zeca Camargo e fiquei curioso sobre Som & Fúria, uma das mais recentes minisséries da Globo.

A história é focada no dia a dia de uma companhia de teatro, tendo como personagens principais Dante (Felipe Camargo), Elen (Andréa Beltrão) e Oliveira (Pedro Paulo Rangel). No passado os três eram grandes e inseparáveis amigos e em uma certa ocasião participavam de uma montagem de Hamlet (sendo que o papel de Dante era Hamlet e o papel de Elen era Ofélia, dirigidos por Oliveira). Algo deu errado e Dante enlouqueceu em uma das apresentações, sendo que isso fez com que o trio de amigos brigassem e se separassem. Elen continuou trabalhando com Oliveira, enquanto Dante fundou uma companhia de teatro (bem pobrezinha, por sinal). Oliveira não está muito satisfeito com sua última montagem (Sonho de uma noite de verão) e acaba morrendo em um acidente… Dante assume seu lugar como diretor artístico e a partir disso que as coisas começam a ficar interessantes…

A série, que é baseada na canadense Slings and Arrows, é uma mistura de drama com comédia, mas é aquele tipo de comédia sutil. É muito interessante ver o dia a dia de uma companhia de teatro e ao mesmo tempo acompanhar os dramas pessoais de cada um (como a ‘loucura’ de Dante e a ingenuidade de Ricardo (Dan Stulbach) – o diretor financeiro da companhia), contando também com as obras de Shakespere na parte do teatro em si. A história é bem amarrada e prende bem.

Tecnicamente Som & Fúria é muito boa, você percebe que foi investido muito tempo e esforço em tudo, algo bem próximo de cinema até. As atuações também estão muito boas, pra mim os maiores destaques foram Dan Stulbach, Rodrigo Santoro, Felipe Camargo e Andrea Beltrão. É justificável, pois a série foi produzida pela O2 Filmes e teve como diretor Fernando Meirelles. Infelizmente a série não foi tão recebida pelo público: foi sucesso de crítica, mas teve audiência pífia (provavelmente por ser exibida quase de madrugada), eu mesmo não tive como assistir direto na TV por conta do horário, acabei assistindo no Youtube.

Ah sim, um detalhe: sou assinante do Globo.com e os episódios são disponibilizados lá para assinantes, mas todos eles estão numa qualidade vergonhosa, o que não é justificável para uma série que foi rodada em HD. No Youtube a qualidade está infinitamente melhor. Bola fora da Globo, afinal se sou assinante deveriam me disponibilizar seus programas numa qualidade ao menos aceitável. Ao menos boatos apontam para o lançamento do DVD já para Setembro com várias cenas extras, vou querer dar uma conferida com certeza.

Som & Fúria foi uma ótima surpresa pra mim, já que eu estava bem desacreditado da qualidade dos programas da TV aberta no Brasil. E felizmente já está em negociação uma segunda temporada, espero que saia mesmo.

Recomendadíssimo ooolho

Anúncios

2 comentários em “Som & Fúria”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s