Professor Layton and the Curious Village

layton_topo

Já tinha ouvido falar várias vezes de Professor Layton, afinal é bem famoso e foi bem na crítica, mas nunca tive vontade de jogar e nem curiosidade em conhecer. Mas depois de conhecer a trilha sonora (via Alexei Barros no Hadouken) e jogar rapidamente no DS de um amigo corri pra jogá-lo. E depois disso não consegui largá-lo.

Professor Layton and the Curious Village é o primeiro jogo da prolífica série (pelo menos no Japão) da produtora Level-5. No Japão, até o momento, foram lançados três jogos e foi anunciada uma nova trilogia (com o primeiro desta saindo no final do ano). Vendeu muito bem e é tão popular que foram lançados vários discos contendo a trilha sonora dos três episódios e um filme animado que está previsto para o início de 2010. No ocidente até o momento foi lançado somente o primeiro jogo da franquia (The Curious Village), sendo que boatos apontam pro lançamento do segundo (The Diabolical Box) no segundo semestre de 2009.

A série mostra as aventuras de Layton, um gentleman expert em puzzles e mistérios e seu aprendiz Luke. Em The Curious Village a dupla vai até St. Mystere, uma pequena vila, para desvendar o mistério por trás da “Golden Apple”, herança escondida pelo magnata local antes de falecer. O estilo de jogo remete aos adventures point-and-click, com ‘investigação’ e conversas com variados personagens, mas somente remete mesmo. Na verdade The Curious Village é um jogo de puzzles, com uma história por cima, já que a parte de “investigação” é só pra quebrar o clima pois os mistérios são resolvidos sozinhos, sem intervenção direta do jogador. Pelo menos gostei da dupla principal, bem carismática, já os outros personagens não são tão interessantes assim.

Existem variados puzzles (mais de 130) que variam muito de dificuldade e raramente têm a ver com o contexto da história (salvo alguns poucos). Eu gostei de boa parte deles (completei por volta de 110 deles), muitos você tem aquela satisfação de ter completado algo complicado e layton_puzzlequando você completa um puzzle aparece uma animação bem bacanuda do Layton ou Luke comemorando (ou ficando decepcionado, se você errar a resposta). Cada puzzle tem três dicas associadas e você usa moedas encontradas pelo jogo para poder “comprar” as dicas. Minha única reclamação aqui é a maneira que certos puzzles são apresentados: encontrei vários que a descrição não era clara o suficiente (necessitando quase que obrigatoriamente das dicas) ou que a solução era um pouco ambígua. Existem também alguns puzzles diferenciados e permanentes durante o jogo como a montagem de um quebra-cabeça (com peças recebidas durante o jogo) e um outro que você tem que decorar o quarto do Layton e Luke (também com itens recebidos durante o jogo). Ah sim, conectando à Nintendo WiFi Connection é desbloqueada uma série de puzzles extras de dificuldade variável (e somente uma dica dessa vez).

layton_animeA parte técnica é muito boa: os cenários são bons, pros padrões do DS. Vários vídeos estão espalhados pelo jogo, um pouco granulados, mas são bem legais e contam com uma ótima dublagem. A trilha sonora também é muito boa, repleta de acordeões e violinos e que são razoavelmente bem executadas pelo DS. Só faltou diversificarem melhor o uso delas: a música que é mais ouvida com certeza é o tema dos puzzlesouca, seguida do tema da vila. É uma pena que a melhor música do  jogo (Theme of Professor Laytonouca, pelo menos pra mim) seja utilizada somente em dois pontos do jogo. Recomendo inclusive que ouça as “Live Versions” das músicas, como Theme of Professor Layton (Live Version)ouca e Rising Tower (Live Version)ouca.

No fim das contas é um jogo muitíssimo agradável e tem duração na medida certa(por volta de 10h). A principal falha é o replay praticamente nulo, mas mesmo assim vale a experiência.

Que venham os próximosooolho

Anúncios

2 comentários em “Professor Layton and the Curious Village”

  1. Puxa vida, legal saber que colaborei para você apreciar a série, Farley. Comigo pelo menos já aconteceu várias vezes de conhecer uma trilha, e gostar tanto a ponto de querer jogar.

    Curiosamente, não foi o que aconteceu com Professor Layton no meu caso. Quando conheci o jogo sequer existiam as OSTs da série. Foi só o PL aparecer no Press Start 2008 que virou uma epidemia de álbuns e CDs promocionais.

    Também terminei o jogo há algumas semanas, e estou na expectativa dos próximos, que para mim tem músicas ainda mais inspiradas.

    1. Poisé, acontece muito comigo essa coisa de gostar da trilha e acabar jogando, foi o caso da série Megaman Zero.

      Sim, realmente as sequências tem músicas ainda melhores (principalmente a música-tema do The Last Time Travel) e espero anciosamente pelas continuações (por mais que até que saiam todos aqui vai demorar eras….)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s