No limite ilusório entre a paixão e a razão

Le Portrait de Petit Cossette

3 estrelas!

Le Portrait de Petit Cossette (Cossette no Shouzou) é um pequeno OVA de 3 episódios.
Eiri trabalha em uma loja de antiguidades e se vê apaixonado por Cossette, jovem garota que foi assassinada no século 18 e agora tem sua alma presa a um cálice. Cossette pretende utilizar-se de Eiri, o único que pode vê-la, para poder escapar de seu confinamento, mesmo que isso resulte no sofrimento e morte dele. Para piorar ainda mais as coisas Eiri é a reencarnação de Marcelo, o assassino de Cossette, despertando a fúria em vários objetos amaldiçoados de Cossette que buscam vingança pela sua dona. Eiri mergulha então em uma paixão de grande dor e sofrimento, começando a ignorar todos a sua volta. Conseguirá Eiri ficar junto de Cossette e ao mesmo tempo manter sua sanidade?

A história basicamente é focada em Eiri e Cossette. Existem alguns outros personagens, como as colegas de Eiri, mas a importância para a trama é aparentemente mínima. Outro detalhe importante é que a história não é clara, muitos detalhes ficam subentendidos e é necessário prestar atenção para entender tudo, talvez até rever cenas, pois tudo parece sem sentido. O problema disso é que alguns pontos ficam realmente difíceis de entender.
A arte do anime é belíssima. Consegue passar com exatidão o clima de mistério e insanidade, com cenas rápidas e fotografia ousada. Algumas cenas também passam certo ar de horror, outras são extremamente surrealistas, mas nada muito pesado. Destaque para a rua em que a loja de antiguidades se encontra.

A trilha sonora complementa o clima de mistério, com belas composições que remetem ao século 18 com pequenos toques de modernidade. São melodias repletas de piano e violino, algumas contendo também lindos vocais.

Ao final temos um anime belo, mas que pode afastar muitos por causa da maneira em que a história é contada. Se você está procurando algo em que a história não é entregada facilmente e que várias teorias podem ser concluídas, Le Portrait de Petit Cossette é a escolha certa.

Anúncios

3 comentários em “No limite ilusório entre a paixão e a razão”

  1. É o tipo de produção que merece atenção… no mar de animes shonen e shojo… raridades como essa (curtas e diretas) são tudo que nosso cérebro pede.

    Salve Faru.

  2. Ah! Direto no sentido, sem “enrolação” (Leia-se, episódios inteiros de cenas “between” como em Naruto, DBZ, Samurai X e a maioria dos animes com mais de 19089273 episódios)

    Porque como o Faru disse “Vai ver que esse anime de direto não tem nada”

    ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s